top of page

PLANTÃO DE VENDAS: CASA SOMAUMA - AVENIDA SÃO LUÍS, 84

SEGUNDA A SÁBADO - 9H ÀS 19H | DOMINGOS E FERIADOS - 9H ÀS 18H 

Somauma_foto_carolinamossin_Alta_026.png

APTOS 1, 2 E 3 DORMS
ESTÚDIOS

06 Loja Terreo Cafe Bar (1).jpg

LOJAS

NO TÉRREO

Cobertura_500x1000.png

RESTAURANTE E BOSQUE

NA COBERTURA

LOCALIZAÇÃO INCRÍVEL

NO CENTRO

virginia original fachada alvaro carvalho.png

A HISTÓRIA DO VIRGINIA

O Virginia foi entregue à cidade em 1951 pelas mãos do  arquiteto José Augusto Bellucci e do engenheiro Luiz Maiorana. O prédio foi encomendado pela  família Matarazzo para servir de renda para Virginia Matarazzo Ippolito. 

Com 11 pavimentos, dois blocos de apartamentos e quatro lojas no térreo, foi um residencial de alto e médio padrão nas suas primeiras décadas de vida.

O declínio da região central a partir da década de 1970 teve um triste efeito sobre o Virginia. O prédio passou de residencial para comercial e aos poucos foi sendo abandonado. Em 2019, fechou as portas e ficou à mercê do tempo.

Em 2020 a Somauma chega para ajudar a mudar essa história.

O TRAÇO DE UM GÊNIO DISCRETO

O traço do Virginia traz a assinatura de José Augusto Bellucci, um gênio discreto, que preferiu se manter longe dos holofotes, mas deixou um legado de construções icônicas nas nossas cidades. 
 
Nascido em São Paulo em 1907, Bellucci foi por muito tempo um dos arquitetos preferidos da família Matarazzo. Para eles, projetou casas, móveis, prédios, além de ter tocado uma série de reformas. Dessa época, o Virgínia é seu trabalho mais simbólico, e também o mais conhecido em sua cidade natal. 

Os trabalhos mais notórios de Bellucci estão em Maringá, no oeste do Paraná. Por lá, desenvolveu uma dezena de obras, de cemitério a aeroporto. As que mais saltam aos olhos são a Catedral de Maringá (1959-1972), com sua torre impressionante, o Grande Hotel Maringá (1955) e a capela de São Jorge do Ivaí (1958). O arquiteto morreu em São Paulo em 1998, aos 91 anos. 

foto bellucci 2.png
Martins Fontes_500x1000.png

O ÍCONE RESSURGE

Em breve o Virginia voltará a iluminar a cidade. A bela fachada modernista, com a mistura de traços sóbrios e angulosos, será inteiramente restaurada. Os apartamentos originais serão remodelados e terão diversos tamanhos e possibilidades de configuração. Os moradores terão acesso a uma academia bem equipada, lavanderia e bicicletário.

 

As lojas do térreo serão reabertas para a calçada e será criada uma galeria viva conectando as ruas Martins Fontes e Álvaro de Carvalho.

 

O edifício ainda vai ganhar um bosque de espécies nativas na cobertura e um restaurante com vista para cidade, aberto ao público.

As obras terminam em em 2025.

QUEM FAZ O VIRGINIA

METROPOLE 2.jpg

METRÓPOLE ARQ

Arquitetura

Vitor.png

VITOR PENHA

Criação e interiores

CARLA 3.jpg

CARLA OLDEMBURG

Paisagismo

NITSCHE 2.jpg

NITSCHE ARQUITETURA

Intervenção artística

A TRANSFORMAÇÃO

Somauma_foto_carolinamossin_Alta_005.png

APARTAMENTO CONCEITO

O apartamento modelo do Virginia celebra a arquitetura do passado e o estilo de morar contemporâneo. Venha fazer uma visita!

AMOR AOS DETALHES

Os apartamentos do Virginia têm um padrão de entrega surpreendente, pensado a partir da ideia de reaproveitamento de resíduos, resgate da memória do edifício e parceria com a indústria.

PLANTAS